Função social da propaganda

Poderia ser uma família com avós em volta da mesa, todo mundo rindo por comer uma margarina tão gostosa e, ainda por cima, saudável, mas não.  São pessoas de todas as idades, carregando corações. Já faz algum tempo que a Becel lançou essa campanha de “se você pudesse ver o seu coração, cuidaria melhor dele?” … Continue lendo Função social da propaganda

Pedrinhas de brilhante

Era a primeira e última vez que olharia para o viaduto e o faria com a costumeira melancolia nos olhos azuis e o semblante carregado de rugas escorregadias."Se essa rua, se essa rua, fosse minha, eu mandava, eu mandava ladrilhar..." Ele cantarolava mentalmente, pendendo a cabeça de um lado para o outro, enquanto o carro … Continue lendo Pedrinhas de brilhante

Icafica, brother

Sei lá por que eu achava que Kafka era chato. Ele aparece em tanta coisa de gente tão cabeçuda que eu achava que era tipo Dostoievski, uma leitura difícil. Sei lá, tipo Proust, uma leitura impossível. Daí eu li o processo, já faz um tempo já. Peguei para ler sem saber que era do Kafka. … Continue lendo Icafica, brother

Pornô para românticas – Cinquenta tons de cinza (Fifty Shades of Grey)

Vale a pena ler Cinquenta tons de cinza.  Resumão: por um acaso do destino, Ana Steele precisa substituir sua melhor amiga, Kate, e entrevistar Mr. Grey, um magnata intimidador, para o jornal da faculdade. Mr. Grey é a idealização romântica do homem impossível. Ele é lindo, bilionário, poderoso e se apaixona monogâmica e perdidamente por … Continue lendo Pornô para românticas – Cinquenta tons de cinza (Fifty Shades of Grey)

Análise sweet

Hoje fui num curso daqueles de colocar na parte "formação extra" do currículo. Era um workshop de dia inteiro sobre como fazer plano de negócios, com o intuito de arranjar parcerias entre as empresas participantes. Já tinha ido a pelo menos mais dois cursos desse estilo em anos passados e, a cada vez, há uma … Continue lendo Análise sweet