Função social da propaganda

Poderia ser uma família com avós em volta da mesa, todo mundo rindo por comer uma margarina tão gostosa e, ainda por cima, saudável, mas não.  São pessoas de todas as idades, carregando corações. Já faz algum tempo que a Becel lançou essa campanha de “se você pudesse ver o seu coração, cuidaria melhor dele?” … Continue lendo Função social da propaganda

Pedrinhas de brilhante

Era a primeira e última vez que olharia para o viaduto e o faria com a costumeira melancolia nos olhos azuis e o semblante carregado de rugas escorregadias."Se essa rua, se essa rua, fosse minha, eu mandava, eu mandava ladrilhar..." Ele cantarolava mentalmente, pendendo a cabeça de um lado para o outro, enquanto o carro … Continue lendo Pedrinhas de brilhante

Dia do escritor, parte 1

O escritor é um artista. É como um escultor ou um pintor, ou um ator ou um músico. Não há nada menos especial do que um escritor frente aos outros artistas. Não que ele seja inferior, ninguém é, mas ele se iguala, a arte é um denominador comum. Para o escritor, a palavra é a … Continue lendo Dia do escritor, parte 1

Meus canais favoritos do youtube

Beyond the trailer O Beyond de trailer é um canal de críticas e novidades do mercado cinematográfico mainstream. Dito isso, não é para quem gosta só do “cinema arte” (afes), mas para aqueles que acompanham todos os trailers e teasers do novo Batman, e querem saber se o povão (cof, cof, nova classe média) gostou … Continue lendo Meus canais favoritos do youtube

Gatinha-mistério

Na época da formação original do Saia Justa, a Fernanda Young soltou a expressão “gatinha-mistério” em uma das discussões. No contexto, ela se referia a moças misteriosas, que não são escrachadas, que sorriem com meia boca, e olham com meios olhos. Muito tempo depois,  na era Orkut e Fotolog, adotei a expressão para me referir àquelas … Continue lendo Gatinha-mistério

Sentar-se à mesa, ter um nome

Todos os meus vídeos preferidos no TED são de mulheres fortes e batalhadoras, que falam sobre os mais diversos assuntos, de negócios na África a macacos aquáticos. Um, em especial, volta e meia revejo: o da Sheryl Sandberg (aí de cima). Ela, que é a segunda na linha da realeza do Facebook (uma empresa que … Continue lendo Sentar-se à mesa, ter um nome

A saga da semana passada

Durante a semana passada, li uma avalanche de livros de sagas infanto-juvenis (para todos os efeitos, por conta de uma pesquisa que estou desenvolvendo). Até antes dessa pesquisa, o único livro que tinha lido nesse estilo era o primeiro da saga Crepúsculo. Justificativa: fui passar o carnaval numa cidade do interior e, como toda cidade … Continue lendo A saga da semana passada