Paris, je t’odeio (parte 6)

Paralisada diante da possibilidade de ter de mudar de hostel no dia seguinte, mantive-me catatônica por tempo o bastante para que o recepcionista terminasse o que estava fazendo e voltasse a completa atenção a mim. "Mas... a outra recepcionista... disse que..." Ele apenas me informa que eu deveria conversar com ela, bem de manhã. Com … Continue lendo Paris, je t’odeio (parte 6)

Anúncios

Paris, je t’odeio (parte 5)

A fila do elevador que levava à saída estava razoavelmente curta, daria para entrar no próximo, que chegaria em uns dez minutos. Logo atrás de mim, três brasileiras de meia-idade conversavam alegremente sobre a excursão que faziam, se referindo a uma quarta que não estava presente. Contavam que essa quarta tinha reclamado de cansaço ao … Continue lendo Paris, je t’odeio (parte 5)

Paris, je t’odeio (parte 4)

O passeio pela Avenida Kleber contrastava com o da recém-deixada Champs Elysee. As calçadas eram mais estreitas e estavam menos cheias. De início, não havia nada de muito turístico até onde a vista alcançava. Os prédios, estes sim, continuavam do mesmo jeito, de novo e de novo. Por fora, pareciam ser grandes blocos densos, sem … Continue lendo Paris, je t’odeio (parte 4)

Paris, je t’odeio (parte 3)

Os quartos ainda não estavam liberados, então a recepcionista pediu que eu aguardasse alguns minutos. Um casal de japoneses fazia o check in e, numa mesa ao fundo do hall, uma menina parecia esperar a liberação dos quartos também. Ela era muito branca, com cabelos escuros, lisos e oleosos na altura dos ombros, era pequena … Continue lendo Paris, je t’odeio (parte 3)

Paris, je t’odeio (parte 2)

O ônibus chegou em uns  quinze minutos, tempo o bastante para que eu achasse que estava demorando, mas, ao olhar no relógio, considerasse razoável. Na hora em que o orlybus finalmente abriu as portas, já tinha mais uns cinco ou seis companheiros de ponto, todos mais velhos, aparentemente locais, com malas de viagem de fim … Continue lendo Paris, je t’odeio (parte 2)

Paris, je t’odeio (parte 1)

A vista aérea, meu primeiro contato com a França, foi uma das coisas mais bonitas que já vi na vida. Do avião, enxergava os campos bem diagramados em quadradinhos que ocupavam tudo, riozinhos e laguinhos aqui e ali brilhando e todos os verdes do mundo reunidos numa planície enorme.  Fiquei feliz feito uma criança de … Continue lendo Paris, je t’odeio (parte 1)

Metas para leitura semana III (e novo projeto!)

Conheça quais são as minhas metas neste post daqui.     LIDO Tanto Faz/Abacaxi, Reinaldo Moraes – tecnicamente são dois livros, então continuo dentro da meta! Yei! LENDO As pequenas memórias, José Saramago – ainda não consegui abrir o pequenas memórias de novo! Nesta semana vai!!         LEREI História do cerco de Lisboa, José … Continue lendo Metas para leitura semana III (e novo projeto!)