Declaração de amor em carro em movimento mata dois em Jacarepangua

No pequeno município de Jacarepangua, a 22 quilômetros da capital do estado de Erzegovina, dois morreram no que alega-se ser uma discussão invertida por conta de amor possivelmente não correspondido. Toma-se como invertida a discussão porque não houve atrito, filosofou o delegado encarregado do caso, que não cabe aqui nomear. Uma falou, o outro calou, … Continue lendo Declaração de amor em carro em movimento mata dois em Jacarepangua

Segundo paredão do BBB

Maurício me ligou pra falar que tinha saído da casa. Me convenceu a sinceridade com que acreditava que eu estaria alheia a tudo, e, sarcasticamente surpreso quando eu disse eu sei, expirou profusamente no bocal do telefone para, logo depois, inquirir: Então, ainda rola? Não, não rola, Maurício. Você pegou a Maria.

Morte por afogamento

Embaixo do aguaceiro, lado a lado com o furor das águas, kikinha quicava. Pra lá e pra cá, como a maré daquele dia, como o lago de cimento, arbórea, como as raízes desarruadas. Kikinha gotejada, engolida a água triste e torta, lamejava a pele fria e porca. E a mãe, malacodida, gritava e gritava e … Continue lendo Morte por afogamento

Ali embaixo

Último post antigo, da disciplina da Silvia Amélia, em 2008. Uma historinha. Quando eu era pequeno e não alcançava o interruptor da luz, o mundo era maior. Meu irmão, menor que o mundo, maior que eu, também não conseguia alcançar o interruptor.  A pouca estatura nos impedia, dentre todo o resto, de acender ou apagar … Continue lendo Ali embaixo

O que é a morte?

Enquanto o bloqueio criativo não passa, posto um texto que fiz em 2008 na faculdade, em um exercício na disciplina da Silvia Amélia. O que é a morte? A morte é aquela que chega quando nossos pais já se foram. Sem finalidade própria, ela se defende de acusações com um silêncio profundo, desses atribuídos a … Continue lendo O que é a morte?

Autores contemporâneos e meleca de nariz no sexo

Este post seria um comentário sobre minha ignorância a respeito da produção literária pornochanchada brasileira contemporânea. Iria comentar sobre meu preconceito (já desfeito) com as obras dos autores de agora e sobre como eu não entendo a razão do sexo (alternativo) ser tão importante para as narrativas. Iria fazer um ensaio sobre a relação dos … Continue lendo Autores contemporâneos e meleca de nariz no sexo