Porque parei de te curtir

Eu não sei se vale a pena eu ficar curtindo o que você posta no facebook, acho que já cansou. Acho que já está claro a todos os nossos amigos em comum e, quão raros sejam, também aos incomuns, que fomos separados no nascimento por algumas semanas e alguns quilômetros, fora isso, sou o que … Continue lendo Porque parei de te curtir

Conto erótico invertido

Eu o deixo a sós com a notícia. (eu me dispo da notícia, e minha nudez parada te denuncia e te espelha). Eu o deixo a sós com a notícia. Henrique lança olhares como garras e pede, silenciosamente, que eu permaneça ali - contra a minha vontade, contra a vontade de todos os outros. Eu … Continue lendo Conto erótico invertido

meio aberta

Corro em direção à porta. - Obscena! Me desconstrói esse seu jeito de dizer as palavras pelas sílabas, dissociadas do significado. Igualmente assemântica, eu, sem fôlego e prostrada no batente, a observo. Ainda não parou de rir. Então, desfeita pelo esforço de todas as minhas tentativas anteriores, sorrio, um pouco para finalizar a respiração carregada, … Continue lendo meio aberta

Palavrinhos para Tereza, a adúltera

Tereza, atende a porra desse celular que sou eu quem está te ligando, merda. Tereza, atende o filha da puta do seu noivo antes que ele venha enfiar o telefone no seu rabo. Tereza, vai tomar no cu, caralho. Tereza, liga pra mal comida da sua amiga antes que ela te foda de vez. Tereza, … Continue lendo Palavrinhos para Tereza, a adúltera

declaração de amor platônico

Cabe dizer que eu não te amo, ela interrompe. Eu não ligo, continuo, não me importa se me ama ou não me ama, eu te amo um tanto, e isso deve bastar. Não para ficarmos juntos. Certamente não, mas para que eu sofra embriagado, para que te ligue (embriagado ou não), para que eu pergunte … Continue lendo declaração de amor platônico

Eu e as palavras

Eu tenho medo das palavras. Medo. Medo de tudo que é relativo a elas. Tenho medo que me peguem desprevenida, que me exponham, que me deixem nua na praça. Tenho medo das vogais, das semivogais, das consoantes, dos ditongos, dos tritongos e dos hiatos, princialmente dos hiatos. Tenho pavor de vírgulas e é porque me … Continue lendo Eu e as palavras